A GRAVIDEZ E O PARTO

Viagens na gestação

As viagens não estão contra indicadas durante a gravidez, mas é importante tomar alguns cuidados. A seguir, daremos alguns conselhos para cada tipo de viagem.

 

Dicas para viagens em geral

 

  • Use roupas e sapatos confortáveis.

  • Não tome medicamentos sem a autorização médica.

  • Leve uma cópia de seu histórico clínico e do seu tipo sanguíneo.

  • Se está planejando ficar alguns dias fora de sua cidade, peça ao médico para recomendar um hospital ou um profissional de confiança na cidade em que você estará.

  • Verifique se o plano de saúde dá cobertura na cidade que você irá.

  • Verifique também, se o plano dá cobertura para o recém-nascido, no caso do parto acontecer antes do previsto.

  • Evite viagens no terceiro trimestre de gestação.

 

Viagens de Avião

 

Até o sétimo mês de gravidez, é exigida a apresentação de atestado médico para o embarque. A partir do daí, ou mais especificamente, a partir da 32ª semana de gestação, o vôo não é conveniente para uma mulher grávida, conforme recomendação do IATA.

 

O fator principal a ser considerado ao avaliar a aptidão para a viagem aérea, é o efeito da reduzida pressão atmosférica e consequente redução da tensão de oxigênio no ambiente. Mesmo em aviões pressurizados, a cabine dos passageiros pode estar com pressão equivalente a uma altitude de 2450 metros, ou seja, com o ar rarefeito (com pouco oxigênio).

 

Esta situação poderá provocar complicações na evolução da gestação, haja vista que as alterações pelas quais o organismo da mulher grávida passa (anemia, redução da capacidade respiratória, aumento da freqüência cardíaca etc.), deixam as gestantes  muito mais sensíveis a estas variações.

 

Caso a viagem não possa ser adiada, são necessárias as seguintes providências:

 

  • Do início da gravidez até o final do sexto mês de gravidez (32 semanas), é obrigatória a apresentação de atestado médico, confirmando que a gestante encontra-se apta para o transporte aéreo;

  • No transcorrer do oitavo e nono mês de gravidez, será obrigatória a apresentação de atestado médico completo, autorizando textualmente a gestante a realizar a viagem por via aérea até determinada data;

  • Caso o atestado médico não tenha este teor, a gestante somente poderá viajar se acompanhada por um médico;

  • Coma bolachas antes de embarcar para prevenir enjôos no decorrer do percurso;

  • Caminhe e estique as pernas durante o vôo. Estes movimentos melhoram a circulação e evitam câimbras;

  • Solicite as primeiras poltronas. Estas possuem um espaço extra na frente facilitando os movimentos e idas ao banheiro;

  • Durante a viagem, faça pequenas refeições para evitar os enjôos;

  • O cinto de segurança deve estar abaixo da barriga e não sobre ela;

  • Peça para a comissária de bordo um travesseiro e coloque-o na cintura para evitar dores nas costas;

  • Beba bastante líquido (um litro a cada duas horas de vôo) para equilibrar a baixa umidade das cabines dos aviões;

  • Os detectores de metais utilizados pelos serviços de segurança nos aeroportos, não trazem riscos para o bebê.

 

Viagens de carro ou ônibus

 

  • Sempre que estiver no carro, use o cinto de segurança. Este não deve estar sobre o abdômen e sim abaixo dele. Deixe pelo menos um espaço de 10 centímetros entre sua barriga e o volante;

  • Nas viagens de carro, pare para caminhar ou se movimentar a cada duas horas;

  • Em casos de gravidez de risco, pare de dirigir por volta da 36 semana. A partir daí, o ideal será viajar sempre no banco de trás e com o cinto de segurança de três pontos corretamente posicionado.

  • No caso de viagens de trem ou ônibus, caminhe no corredor segurando nas poltronas, para não perder o equilíbrio.

 

Viagens de Navio

 

  • As viagens de navio são seguras, mas é importante pedir uma orientação ao médico sobre a alimentação mais adequada e qual medicamento usar no caso de enjôo (bastante frequênte durante as embarcações);

  • Antes de embarcar, verifique se o navio possui assistência médica a bordo, para uma eventual emergência em alto-mar.

 

Viagens ao exterior

 

  • Se está planejando viajar ao exterior, consulte o médico, e saiba se esta viagem é segura para você;

  • Alguns países estão expostos a doenças que não existem em seu país de origem. Portanto, é aconselhável verificar com o médico, se deve tomar as vacinas necessárias;

  • A medida mais segura é vacinar-se antes da gravidez. Em alguns casos é melhor adiar a viagem, antes de expor o seu bebê.

 

Lembre-se de que, por lei, toda gestante tem o direito de embarcar primeiro.

Clínica Jardim
Av. Getúlio Vargas, 473
Centro - Estância - Sergipe
Atendimento
Ligue e agende sua consulta
(79) 3522-0234 ou (79) 99986-1676
Segunda a Sexta das 6:30h às 19:00h

Obs.: Os textos e os artigos publicados no site Clínica Jardim não devem ser utilizados com finalidade diagnóstica ou terapêutica. Consulte o seu médico regularmente.