A GRAVIDEZ PASSO A PASSO

Oitavo mês

A consulta

 

Neste mês, por volta da 35ª semana, será feita a dopplervelocimetria obstétrica. Com este exame, será confirmada a evolução do desenvolvimento fetal, a quantidade de líquido amniótico, o grau de maturação placentária, a posição e o peso do bebê, além da reavaliação do fluxo de sangue que chega no útero, na placenta e no cérebro do feto. A presença de alterações neste exame poderá indicar a necessidade de antecipação do parto.

 

As consultas passarão a ser realizadas a intervalos menores, quinzenalmente ou semanalmente. Nelas, o obstetra fará a orientação de como contar os movimentos do bebê (mobilograma), esclarecerá as situações em que será necessário procurar a maternidade (contrações, perda de líquido, sangramento etc.) e pedirá que a sua pressão seja verificada uma ou duas vezes por semana.

 

O mobilograma servirá para avaliar indiretamente o bem estar fetal. Para isso, será necessário que você verifique quantas vezes o bebê se movimenta em três intervalos de uma hora cada, marcados pela manhã, pela tarde e pela noite. Serão considerados sem risco, todos os bebês que estiverem se movimentando mais do que seis vezes em cada hora.

 

Também será feita a entrega da licença maternidade e da guia para o parto.

 

O sintomas

 

As maçãs do rosto ficarão mais redondas, os seios encaroçados e as dores nas costas ficarão mais fortes. As pernas também ficarão pesadas e a gestante terá dificuldades para sentar e levantar. Ao deitar de barriga para cima, a sensação será a de falta de ar.

 

Calma! Logo, logo, esses sintomas vão passar e seu bebê estará em seu colo. Contrações começam a ficar mais intensas, dolorosas e frequentes. A barriga começa a pesar e gestante tem a sensação de que algo está para sair.

 

Dicas

 

  • Nesta época, deitar virada para o lado esquerdo melhora a circulação e a respiração. Um travesseiro extra, quando colocado entre as pernas, na altura dos joelhos, torna o repouso muito mais confortável.

  • A vida sexual não precisa ser interrompida, a não ser por recomendação médica. Basta encontrar as posições mais confortáveis.

  • Mais do que nunca, é preciso aproveitar todo o tempo livre para relaxar – ir ao cinema, visitar uma amiga, ficar em casa lendo ou vendo TV, sem deixar de lado as providências práticas, como passar as roupinhas do neném e arrumar as malas para a maternidade.

  • É importante conversar com seu médico sobre o tipo de parto, anestesia e a maternidade onde ele vai acontecer.

  • Esclareça antecedentes de reações alérgicas a medicamentos e tire todas as dúvidas sobre os seus direitos legais, como a licença-maternidade, por exemplo.

  • Mantenha por perto, e ao alcance de todos, os telefones do obstetra e da maternidade escolhida.

  • Descubra, também, quanto tempo você leva de sua casa até lá, combine quem te levará para a maternidade e como fará para se deslocar quando chegar o dia.

Clínica Jardim
Av. Getúlio Vargas, 473
Centro - Estância - Sergipe
Atendimento
Ligue e agende sua consulta
(79) 3522-0234 ou (79) 99986-1676
Segunda a Sexta das 6:30h às 19:00h

Obs.: Os textos e os artigos publicados no site Clínica Jardim não devem ser utilizados com finalidade diagnóstica ou terapêutica. Consulte o seu médico regularmente.