CUIDADOS COM O BEBÊ

O primeiro banho

Ansiedade e insegurança são normalmente os primeiros sentimentos das mamães, principalmente às de primeira viagem, quando chegam em casa com seus bebês e percebem que agora “a ficha caiu”: serão elas as principais responsáveis pelos ensinamentos do pequeno “serzinho”, que já não está mais na barriga.

 

Uma das questões que deixam as mães mais amedrontadas é o primeiro banho. Inúmeras indagações permeiam a mente da mamãe nessa hora, tais como: “o que fazer na hora do banho?”, “Como segurá-lo?” e “qual a temperatura da água?”. Saiba que essas são as dúvidas mais freqüentes.

 

Banho Seco

 

Nos primeiros dias de vida o bebê ainda tem uma pele muito fina e por isso não regula a sua temperatura corporal. O ideal é dar um banho seco. Muitos pediatras recomendam o banho seco até o coto umbilical cair para não umedecê-lo. O banho seco consiste em não mergulhar o bebê na água.

 

O banho deve ser diário e nunca depois das mamadas, pois o bebê pode regurgitar. Antes de começar, a mamãe tem que retirar todos anéis e pulseiras, lavar bem as mãos e antebraços e organizar o espaço onde dará o banho do bebê. Prepare um ambiente em que possa banhar e trocar o bebê para evitar mudanças de temperaturas e correntes de ar.

 

Separe tudo o que precisará para o banho, como água morna, toalha, algodão, sabonete neutro, álcool 70% para limpar o umbigo, fraldas limpas e as roupinhas do bebê. A temperatura ideal da água do banho do seu bebê é aquela quando a mamãe coloca o dorso da mão e sente uma sensação agradável, nem quente nem frio.

 

No banho seco, antes de tirar a roupa do bebê, a mamãe deve limpar a cabecinha do bebê. Com um algodão ou gaze embebecido na água norma, retire as sujeirinhas dos olhos, limpe as narinas, face e orelhas. Lave os cabelos com sabão neutro e enxugue com uma toalha macia, sem esfregar.

 

Retire as roupas do tronco e braços do bebê e lave também com algodão embebecido em água morna e sabonete líquido. Limpe o pescoço, tronco (frente e atrás) e braços sem esquecer das dobrinhas. Enxágüe com algodão e água morna. Enxugue e coloque a roupinha limpa que separou.

 

Tire a roupa da parte debaixo e as fraldas. Limpe o bebê se estiver com resíduos de fezes e repita a operação anterior agora no quadril e perninhas. Limpe o coto umbilical segundo as orientações do pediatra. Pronto, seu bebê está limpinho.

 

Banho de Imersão

 

O banho de imersão, aquele em que o bebê fica mergulhado na água, pode ser realizado depois de alguns dias ou, se a mamãe optar, logo depois do nascimento.

 

Os procedimentos antes do banho de imersão são os mesmos: organizar o espaço. Depois da retirada das roupas e da fralda do bebê, limpe a região dos genitais. Coloque o bebê na banheira molhando aos poucos, comece pelos pezinhos. A água deve ficar na altura do umbigo e na temperatura que seja agradável para a mamãe quando imergir a mão e o antebraço. Se houver mais água, o bebê bóia e seu manuseio fica difícil.

 

Segure-o pelas axilas. A cabeça e as costas devem ficar apoiadas no seu antebraço para você e o bebê se sentirem seguros. Com a mão livre e um sabonete neutro, lave a cabeça, tronco e membros, nunca esquecendo das dobrinhas, atrás da orelha, axilas e genitais. Vire-o de bruços e lave o dorso. Enxágüe, retire o bebê da água e enxugue com a toalha macia.

 

Não se espante – O bebê pode chorar nos primeiros banhos, pois está conhecendo as diferentes sensações. O desconhecido assusta e por isso o motivo do choro. Aos poucos o bebê vai se conhecendo e reconhecendo as sensações, sendo que o banho torna-se um momento de prazer para mãe e filho.

 

 

 

  • Nunca deixe o bebê sozinho na banheira ou em cima do trocador. Acidentes podem acontecer num piscar de olhos. Deixe sempre tudo organizado antes do banho;

 

  • Não é recomendado o uso de talcos, xampu ou colônias nos primeiros meses para a higiene do bebê, pois podem desencadear alergias;

 

  • A altura da banheira e do trocador deve ser adequada à altura da pessoa que dá o banho para maior conforto e segurança. Lave a banheira antes e após o uso.

Clínica Jardim
Av. Getúlio Vargas, 473
Centro - Estância - Sergipe
Atendimento
Ligue e agende sua consulta
(79) 3522-0234 ou (79) 99986-1676
Segunda a Sexta das 6:30h às 19:00h

Obs.: Os textos e os artigos publicados no site Clínica Jardim não devem ser utilizados com finalidade diagnóstica ou terapêutica. Consulte o seu médico regularmente.