TUDO SOBRE AMAMENTAÇÃO

Amamentar sem medo de sentir dor

Amamentar é um ato de amor, favorece o vínculo com seu bebê, facilita o desenvolvimento emocional, cognitivo e do sistema nervoso. Nossa, quantos benefícios! Mas, este também, é um desafio e tanto nas primeiras semanas. Algumas mulheres têm dificuldade para acertar a posição correta da mamada, outras com relação à “pega” do bebê e há aquelas que podem sentir um desconforto.

 

A nossa dica é, não se assuste e nem desista, essa é apenas uma fase de adaptação. Aos poucos e seguindo algumas dicas dos especialistas, você passará rapidamente por esse momento e vai curtir muito amamentar o seu bebê. Apesar das dificuldades iniciais, amamentar é muito prazeroso e deve ser totalmente indolor. Siga algumas orientações que separamos especialmente para você.

 

Primeiro, observe a forma como o bebê suga o peito, ou seja, a pega. Ele deve abocanhar a aréola e não somente o mamilo (bico). É nessa região que ficam os bolsões de leite. Dessa forma, evita-se as rachaduras que provocam dor durante as mamadas. Outra dica é a posição: o bebê precisa ficar de frente para você e com o corpo colado ao seu, barriga com barriga, o tempo todo, sem deixá-lo ficar torto.


Para evitar a sensação de fisgadas internas, faça uma compressa com água morna (antes da mamada para dilatar os ductos, canais por onde passa o leite. Mas cuidado para não esquentar demais a água para não provocar queimaduras. Nos primeiros dias ou quando existe muito espaçamento entre as mamadas, os ductos podem ficar estreitos e precisam se expandir para o leite passar, isso pode causar incomodo em algumas mulheres.

 

Caso sinta qualquer dificuldade ou até mesmo dor, o melhor é ficar tranquila e pedir ajuda na maternidade onde seu bebê nasceu, ao seu obstetra ou ao pediatra do seu filho.

Clínica Jardim
Av. Getúlio Vargas, 473
Centro - Estância - Sergipe
Atendimento
Ligue e agende sua consulta
(79) 3522-0234 ou (79) 99986-1676
Segunda a Sexta das 6:30h às 19:00h

Obs.: Os textos e os artigos publicados no site Clínica Jardim não devem ser utilizados com finalidade diagnóstica ou terapêutica. Consulte o seu médico regularmente.